Em entrevista à Rádio e TV Web Olha a Pititinga, o coordenador da Vigilância Sanitária de Cachoeira, Raildson Dias, falou sobre a evolução dos trabalhos da Divisão, que é ligada à Secretaria de Saúde de Cachoeira. Por anos o poder de fiscalização dessa pasta era prejudicado por falta de autonomia de recursos e interferências políticas.

Desde que o Raildson assumiu a pasta, houve muitos avanços, especialmente no combate aos abusos cometidos por comerciantes que vendem produtos vencidos e a pasta realizou apreensões desses produtos.

Raildson contou que no início sofreu pressões para conter a fiscalização, mas ele persistiu e a atual gestão tem dado autonomia a ele e sua equipe.   

Perguntado sobre como é atuação da Divisão da Vigilância e sobre os espaços que são administrados pelo poder público municipal de Cachoeira, ele respondeu que tem feito visitas técnicas nos locais. Quando questionamos sobre a falta de uma ação nos espaços de saúde, como os  Postos de Saúde da Família (PSF) de Cachoeira, que apresentam graves problemas por falta de condição no atendimento, ele explicou que fez  uma avaliação nas unidades de Saúde do município e que alguns têm problemas, por isso fez um relatório para o setor responsável sobre a necessidade de intervenções.

Raildson Dias afirmou que nem a unidade de Saúde da Família de Cachoeira não tem Alvará Sanitário, mas garantiu que recebeu dos responsáveis a promessa de que todas as unidades vão passar por requalificações nos próximos meses.