Entre os dias 20 a 24 de abril de 2022, o município de Cachoeira recebeu o Festival Internacional FINISTERRA, que atravessou o Oceano Atlântico, saindo de Sesimbra, Portugal, e aportou na cidade histórica.

O festival reuniu cineastas de várias partes do mundo, que apresentaram suas obras primas e o melhor da sétima arte, criadas na cidade portuguesa de Sesimbra.

Essa é  a 10° edição do festival e a primeira realizada no Brasil.

Tudo isso só foi possível graças aos esforços incansáveis do provedor da Santa Casa de Misericórdia Cachoeira, Luiz Antônio Araújo (Lú Cachoeira), que em outubro de 2021 viajou para Portugal para acompanhar o cantor cachoeirano Mateus Aleluia, e começou o diálogo com os produtores do FINISTERRA.

Segundo informações obtidas pela Rádio e TV Web Olha a Pititinga, Lú foi o responsável por mobilizar os municípios as instâncias do Estado, em parceria com a Fundação Hansen Bahia, para apoiar o evento. O desembarque foi um sucesso, atraindo os olhos do mundo para o Recôncavo.

A articulação de Lu, porém, criou uma situação constrangedora entre a alta cúpula da Cultura e Turismo de Cachoeira e ficou evidente a falta de representatividade cultural dos membros da Secretaria, que recentemente foi assumida por Carlos Eduardo Moraes, após uma  crise com a saída do ex-secretário Davi Rodrigues.

Apesar de ser responsável pela maior instituição de saúde do município, Lu se destaca por ser uma pessoa ligada às artes e à cultura.