Na última segunda-feira (11), durante a sessão da Câmara de Vereadores de Cachoeira, o vereador Laelson de Roxo (PSB) acusou o presidente da Câmara, vereador Isnaldo Cordeiro (PSD),  de estar fazendo intriga com seu nome e espalhando que ele estaria recebendo a visita do ex-prefeito, Tato Pereira, para buscar apoio na eleição de presidente da Câmara.

Laelson também reclamou que Isnaldo se comporta de uma forma ao seu lado, afirmando que o tem como um aliado  na disputa pela presidência da Câmara, mas por trás espalha que ele  estaria sendo conquistado pelo ex-prefeito e por isso não pode ser de confiança como base aliada da atual prefeita.

Laelson disse que o presidente está tentando fazer uma manobra para buscar a reeleição e “tenta mudar a regra do jogo rolando”.

O vereador Isnaldo Cordeiro respondeu a Laelson, dizendo que ele vai tentar buscar a modificação do Regimento Interno e quer se colocar sim como um possível candidato a reeleição, mas isso depende dos demais vereadores.

Esse é um verdadeiro “paranauê” que ele está tentando fazer no Regimento Interno, pois a mudança pode acontecer na próxima legislatura e não nesta vigente. O vereador necessita de nove votos para ter aprovação, mas por enquanto ele não conta com o número necessário. Há outra informação de que além de Laelson, os vereadores Paulinho Leite e Dias também pretendem buscar a presidência da Câmara.