Nossa equipe da TV e Rádio Web Olha a Pititinga, teve acesso a um objeto, que pode ser um fragmento bélico ou  um estilhaço de bala de Canhão. O objeto foi achado na Rua Benjamin Constant, localizada ao fundo da Câmara Municipal de Cachoeira, rua que dá acesso à  comunidade da Ladeira da Cadeia.

O fragmento, que pesa  2.965Kg, foi encontrado na casa do morador Paulo Cézar, conhecido como (PP Gottschall), ao iniciar uma obra de expansão de sua residência. O pedreiro que estava escavando encontrou o objeto há cinco anos, mas somente agora o caso veio à tona.

Na época, o morador informou o fato ao atual vereador José Luiz, que começou a investigar o objetivo, consultando documentos antigos e buscando evidências.  Há uma grande possibilidade que o fragmento seja de uma das balas de canhão, que foi disparada por uma canhoneira portuguesa contra o prédio da Casa de Câmara e Cadeira, em  25 de junho de 1822.

Documentos da época retratam que três disparos de canhão foram efetuados contra o povo cachoeirano durante o ato da Independência, que completará  200 anos em 2022. O vereador Dr. Zé Luiz está buscando contato com o setor de armamento bélico do Exército Brasileiro, para uma análise mais aprofundada.