No início do mês de maio nossa equipe da Tv e Rádio Web Olha a Pititinga recebeu uma informação de que o Instituto do Patrimônio Histórico, Artísitico e Nacional (IPHAN) teria embargado a construção do Píer Náutico de Cachoeira, porque a empresa responsável pela obra estaria fazendo a construção na rampa para embarque e desembarque de passageiros.

Na manhã desta terça-feira (25), nossa equipe recebeu um documento informando que o pedido de interrupção da obra foi solicitada pela Prefeitura Municipal, através do Departamento de Turismo de Cachoeira. No documento é informado que o Cais do Porto de Cachoeira  foi construído no final do século XIX, para facilitar o embarque e desembarque de mercadorias, além de estacionamento de saveiros e outras embarcações.

No documento consta ainda que no projeto de construção do Píer está prevista uma concretagem,  cobrindo as pedras originais, conforme o projeto aprovado pelo IPHAN. E, por conta de apelos de moradores, foi solicitada apenas a manutenção na antiga rampa, sem a concretagem, que contemplará apenas a cobertura das pedras e sem alterar características como a inclinação e profundidade de entrada no rio.  

A partir do documento, a prefeitura solicitou que seja feita uma modificação no projeto, atendendo a solicitação do público. “A preservação da antiga rampa, que no passado abrigava vários saveiros que descarregavam areia, telhas, tijolos, cana e frutas procedentes das comunidades ribeirinhas” diz a nota.